Já tem preços. Renovado Audi Q5 chega com motores PHEV e Diesel MHEV

Proposta que é também o SUV best-seller na oferta da marca dos quatro anéis, o Audi Q5 foi alvo de renovação, que agora chega a Portugal, já com motores híbridos plug-in (PHEV), MHEV e mais equipamento. Assim como com preços a partir de 60.202 Euros.

Dando continuidade a uma tendência já aplicada em modelos como o A3 ou o crossover Q2, a Audi estende, assim, as motorizações híbridas plug-in, ou PHEV, ao seu SUV de maior sucesso comercial na Europa, o Q5. Aproveitando, igualmente e com esta renovação, para evoluir tecnologias.

Assim e começando pelos motores, disponíveis, nos concessionários oficiais da Audi em Portugal, passam a estar duas motorizações PHEV – Q5 50 TFSIe quattro S tronic PHEV de 299 cv e Q5 55 TFSIe quattro S tronic S line com 341 cv -, às quais se juntam dois outros motores Diesel 2.0 TDI com tecnologia Mild Hybrid – 35 TDI S tronic MHEV com 163 cv e 40 TDI quattro S tronic MHEV com 204 cv -, além do topo de gama SQ5 TDI Tiptronic de 341 cv.

Relativamente às transmissões, todas as motorizações Diesel surgem combinadas, de série, com caixa S tronic de dupla embraiagem de sete velocidades, ao passo que, o SQ5, dispõe de caixa Tiptronic de 8 velocidades.

O Q5 disponibiliza a tração dianteira na motorização 35 TDI S tronic com 163 cv, a qual anuncia assim uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 9 segundos e uma velocidade máxima de 213 km/h, ao passo que, nas restantes motorizações, a opção de fábrica é sempre por tração integral quattro. Solução que, por exemplo e no caso do Audi Q5 40 TDI quattro S tronic com 204 cv e 400 Nm de binário, permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 7,6 segundos, assim como atingir uma velocidade máxima de 222 km/h.

Quanto a consumos, a versão de entrada Q5 35 TDI S tronic anuncia médias de 6,4-5,6 l/100 km, com emissões combinadas de CO2 de 167-147 g/km, enquanto a versão acima, 40 TDI quattro S tronic, promete médias nos consumos de 6,4-5,6 l/100 km, com emissões combinadas de CO2 de 167-147 g/km.

Com nova identidade

Já sobre as restantes novidades, eferência para a introdução da nova identidade Q, marcada por um carácter mais desportivo e robustez, traduzido, igualmente, nalguns detalhes distintos, como é o caso das entradas de ar laterais mais elevadas, grelha Singleframe octogonal com lâminas verticais, saídas de escape trapezoidais, difusor com forma oval e o friso cromado que se estende horizontalmente sob as luzes traseiras.

Nos faróis LED, uma nova configuração para as luzes diurnas, ao passo que as traseiras, já podem contar com tecnologia OLED, com três opções de assinatura visual. Embora e neste caso, enquanto opcional.

Novidade são também duas das 12 cores exteriores – Verde District e Azul Ultra – à disposição do cliente, ao passo que, as jantes em liga leve, propostas opcionalmente, apresentam dimensões entre os 18 e as 21 polegadas.

Passando ao habitáculo, a mesma habitabilidade, apesar do crescimento de 19 mm no comprimento (4,68 metros), resultado do aumento dos pára-choques, e a que se junta a mesma largura (1,89 m) e altura (1,66 m). Sendo que, a ajudar à funcionalidade, o banco traseiro deslizante com encostos reguláveis (de série nos PHEV), a garantir uma bagageira cuja capacidade varia entre os 520 e os 1520 litros.

Tecnologia visível… e muita

Igualmente presente, um ecrã de 10,1 polegadas para o sistema MMI touch, suportado pelo novo sistema MIB3 com processador dez vezes mais rápido que os anteriores, que pode ser emparelhado com um ecrã de 12,3 polegadas do Audi virtual cockpit plus, disponível opcionalmente.

Já a ajudar ao desempenho e conforto, suspensões multilink dianteira e traseira mais leves, a direção dinâmica da Audi que regula a assistência na relação do ângulo de direção à velocidade do veículo (opcional no Q5), e o Audi drive select, com possibilidade de escolher até sete perfis. Incluindo, um todo-o-terreno, disponível apenas com suspensão pneumática.

Como incremento em termos de segurança, o Audi pre sense city (de série), a evitar colisões com viaturas à frente; Adaptive cruise assist, que controla a aceleração, a travagem e a manutenção na faixa de rodagem; e o assistente de eficiência preditiva, que usa dados do sistema de navegação para ajudar o veículo a desacelerar de forma antecipada, quando é detetado tráfego lento à frente. Ajudando a reduzir o consumo de combustível.

A partir de 60.202€

A terminar e quanto a preços, valores a partir de  60.202 Euros, PVP da versão de entrada Audi Q5 35 TDI S tronic MHEV de 163 cv, com a versão intermédia Advanced a custar 61.545€ e, o S line, 62.700€.

Já com motorização 40 TDI quattro S tronic MHEV de 204 cv, valores a partir de 67.002€, 68.240€ (Advanced) e 69.395€ (S line).

Optando pelas motorizações híbridas plug-in, 50 TFSIe quattro S tronic por 63.546€, 65.030€ (Advanced) e 66.186€ (S line), ao passo que o 55 TFSIe quattro S tronic, começa nos 72.747€. Até porque só está disponível com o nível de equipamento mais elevado, S line.

Finalmente, o novo topo de gama desporivo, SQ5 TDI quattro tiptronic MHEV, chega com um preço de entrada de 103.002€.

Para concluir, referir, apenas, que o renovado Audi Q5 já está disponível para compra em Portugal, sendo que, lá mais para o Verão, deverá chegar, igualmente, a renovação da variante Sportback, com as mesmas motorização PHEV.

Fonte: Turbo

Partilhar nas Redes Sociais: